Melhor Tese de Doutoramento em Mecânica Aplicada e Computacional 2020 é da EEUM

Ricardo Daniel Pereira Costa é o autor da tese “Advanced computational methods towards high-performance polymer processing simulations”, co-orientada por João Miguel de Amorim Novais Costa Nóbrega e Stéphane Louis Clain, que acaba de ganhar o prémio de melhor Tese de Doutoramento em Mecânica Aplicada e Computacional 2020 pela APMTAC – Associação Portuguesa de Mecânica Teórica, Aplicada e Computacional, em ex aequo com a tese de outra candidata, Carolina Furtado Pereira da Silva.

O premiado receberá, em setembro de 2022, o Certificado do Prémio da Melhor Tese em Mecânica Aplicada e Computacional 2020, em cerimónia pública, durante o Congresso CMN 2022- “Congress on Numerical Methods in Engineering”, a realizar em Las Palmas, Espanha, a cuja organização a APMTAC se encontra associada.

O prémio consiste no valor de 1000 €, para participação em congressos ou conferências da APMTAC, ECCOMAS (European Community on Computational Methods in Applied Sciences) ou IACM (International Association for Computational Mechanics).

A tese de doutoramento de Ricardo Costa refletiu sobre o facto de a aplicação de ferramentas de modelação computacional em engenharia estar a assistir a um crescimento exponencial nas últimas décadas, fortemente impulsionado pelo desenvolvimento de recursos computacionais cada vez mais poderosos. Em processamento de polímeros, a abordagem computacional visa ajudar a compreender o comportamento complexo, e muitas vezes contraintuitivo, dos materiais poliméricos, assumindo um papel crucial no desenvolvimento de tecnologias de manufatura mais eficientes e sustentáveis, com menor consumo de recursos materiais e energéticos.

Porém, a elevada complexidade destes processos e dos materiais empregues requerem longos tempos de cálculo, proibitivos em contexto industrial e que condicionam frequentemente o recurso a estas abordagens. O trabalho de investigação levado a cabo visou o desenvolvimento de métodos computacionais avançados para o processamento de polímeros, capacitando estas ferramentas com precisão e eficiência significativamente superiores à dos métodos convencionais atualmente utilizados.

Esta abordagem inovadora permite reproduzir em apenas algumas horas os mesmos resultados que os métodos convencionais demorariam algumas semanas a calcular, tratando-se de um avanço muito significativo para a modelação computacional e para a sua aplicação em contexto industrial.

Já em 2019, este trabalho de investigação do aluno da Escola de Engenharia fora distinguido com o prémio Polymer Processing Society Graduate Travel Award 2019, durante a Conferência International da Polymer Processing Society, realizada em Çeşce, Turquia, de 26 a 30 de Maio de 2019. Este prémio visou incentivar jovens investigadores a desenvolver investigação de relevo e excelência na área do processamento de polímeros.

A Escola de Engenharia felicita Ricardo Costa pelos prémios alcançados pelo seu trabalho de investigação.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *