Professor da EEUM preside Confederação Europeia de Jovens Empresários

José Campos e Matos lidera organização com 100 mil membros e que sensibiliza para as políticas da UE

José Campos e Matos, professor do Departamento de Engenharia Civil acaba de ser eleito presidente da Confederação Europeia de Associações de Jovens Empresários (YES For Europe). Esta entidade fundada em 1988 e com sede em Bruxelas (Bélgica) junta 100 mil membros até aos 45 anos de idade, provenientes de 21 países, e representa a União Europeia em organismos internacionais, como a Aliança G20 dos Jovens Empresários.

“É uma honra liderar a YES For Europe. É uma oportunidade, numa fase em que Portugal preside a União Europeia e em que se discute o Plano de Recuperação e Resiliência, mas é também um desafio, para fazer levar a voz da nova geração de empresários às mais altas instâncias das instituições europeias, afirmando as suas iniciativas, as redes de contactos e os projetos”, diz o português, que sobe de vice-presidente para o posto ocupado até aqui pelo turco Gürkan Yildirim. O cargo reconhece também o longo trabalho realizado nesta área em Portugal, nomeadamente pelos empresários, pela ANJE e pelas academias, como a UMinho, acrescenta.

O responsável elogia a política da UE na proteção às start-ups inovadoras, muitas delas nascidas na crise da zona euro e agora alvo do contexto pandémico, mas ainda há muito a fazer: “Há linhas de apoio, crédito com taxas perto do zero, e até candidaturas a avanços tecnológicos para estas PME competirem com congéneres de determinadas regiões do mundo, pois precisamos da Europa mais unida do que nunca”, refere. O principal projeto de José Campos e Matos será apoiar a mobilidade dos jovens empresários dentro e fora da UE. Por outro lado, pretende-se que todas as associações de jovens empresários se consigam ouvir e apoiar a Europa neste período de recuperação pós-pandemia.

O professor defende uma maior aproximação do mundo empresarial às escolas e universidades, porque “é isso que permite o pensamento crítico, a inovação e a competitividade”. Reconhece que ser empreendedor não é para todos. “Por exemplo, exige coragem de arriscar, conhecimento técnico e do mercado ou saber comunicar em equipa e para o exterior”, considera o engenheiro, que tem também sensibilizado em fóruns e nos media para a recuperação gradual da economia e da confiança dos cidadãos.

Nota biográfica

José Campos e Matos nasceu e vive no Porto há 41 anos. Seguiu as pisadas do avô e do pai como engenheiro civil e professor universitário. É doutorado pela UMinho, onde leciona no Departamento de Engenharia Civil e investiga no Instituto de Sustentabilidade e Inovação em Engenharia de Estruturas (ISISE). Gosta de pontes “no seu sentido literal e figurado”. É presidente da Associação Europeia de Controlo de Qualidade de Pontes e Estruturas (EuroStruct), vice-presidente da Associação Internacional de Engenharia Estrutural e de Pontes (IABSE), conselheiro do Grupo de Jovens Empresários do Médio Oriente e Norte de África (MENA-BAB) da OCDE e ainda presidente da Assembleia Geral da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE).

Por outro lado, participa em comités técnicos e de normalização, tendo coordenado vários projetos de investigação nacionais e internacionais, na temática da gestão de infraestruturas civis. Soma alguns livros e capítulos de livros, mais de trinta artigos em revistas internacionais, e mais de cem intervenções em conferências em vários países, algumas como palestrante convidado, a organização de congressos, a par de vários relatórios técnicos e de consultoria para entidades da área.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *