ALGORITMI reconhecido com voto de louvor pelo Município de Guimarães

O Executivo vimaranense aprovou por unanimidade, no dia 08 de março, a atribuição de um voto de louvor ao Centro ALGORITMI, centro de investigação da Escola de Engenharia, da Universidade do Minho.

No texto da proposta, o Presidente da Câmara destacou que “o mérito desta equipa de investigação foi reconhecido pela Fundação para a Ciência e Tecnologia através da atribuição do estatuto de liderança do Laboratório Associado de Sistemas Inteligentes (LASI), que será coordenado desde Guimarães pelo Centro Algoritmi”. “Esta atribuição reveste-se de um significado excepcional, uma vez que se trata do único laboratório de referência nacional em Inteligência Artificial dedicado ao tratamento de Dados, que compreende 13 centros de investigação ligados a várias instituições de ensino superior, e reunirá uma equipa de mais de 500 investigadores”, indicou Domingos Bragança.

“Os cinco grandes vectores que vão ser desenvolvidos pelo LASI são a Indústria 4.0, a Saúde, as Cidades Inteligentes, a Conectividade e o apoio às políticas da administração pública e contarão com a participação de centros de investigação da Universidade do Minho, do Instituto Politécnico do Cávado e Ave, da Universidade do Porto, do Instituto Superior de Engenharia do Porto, da Universidade de Aveiro, da Universidade de Coimbra e da Universidade Nova de Lisboa”, expressou.

“Esta importante distinção para o Centro Algoritmi orgulha todos os Vimaranenses e a cidade de Guimarães, e é a prova da vitalidade do sistema científico da Universidade do Minho, uma universidade de referência mundial, cuja cooperação estratégica com o Município de Guimarães é fundamental para um futuro que queremos de inovação, de transição digital e desenvolvimento sustentável de base científica”, continua, justificando que “a atribuição da liderança do LASI ao Centro Algoritmi, um processo liderado pelo Professor Paulo Novais, é amplamente merecedora de reconhecimento público”.

“O Centro ALGORITMI desenvolve actividade de Investigação e Desenvolvimento na área da Tecnologia da Informação e Comunicação e Eletrônica, distribuindo-se por quatro grandes áreas: Engenharia Elétrica, Eletrónica e Nanotecnologia; Pesquisa Operacional, Estatística e Métodos Numéricos; Sistemas de Informação, Software e Multimédia; Comunicações, Redes de Computadores e Computação Pervasiva. A maioria dos investigadores a nível de doutoramento do Centro são também docentes de quatro departamentos da Escola de Engenharia, nomeadamente: Eletrónica Industrial, Sistemas de Informação, Engenharia e Gestão Industrial e Informática.

O Centro ALGORITMI centra a sua atividade em projetos que exploram uma forte ligação com a comunidade, nomeadamente a indústria e a administração pública. Outro fator externo que influencia a política da Investigação e Desenvolvimento do Algoritmi é o crescimento das cidades da região em que se insere, o que introduz diversas exigências de cooperação entre diversas entidades e investigadores. Os resultados desta política são expressos pelo número de projectos de investigação aplicada em cooperação com empresas da região e pelos vários projetos europeus em que participa”, referiu o Presidente da Câmara, na proposta de atribuição do voto de louvor.

FONTE: Guimarãesdigital

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *