EEUM tem 15 cientistas entre os mais influentes do mundo

A Escola de Engenharia da Universidade do Minho (EEUM) possui 15 cientistas de várias áreas entre os 160 mil mais influentes do mundo, segundo um estudo que foi recentemente publicado na revista “PLOS Biology” e coordenado pela Universidade de Stanford (EUA). A presença nesta lista reconhece a qualidade e o impacto internacional da investigação desenvolvida na EEUM.

Oito dos 15 investigadores são de engenharia biológica – Artur Cavaco-Paulo, Eliana Souto, Lígia Rodrigues, Rosário Oliveira, José A. Teixeira, António Vicente, Madalena Alves e Eduardo Soares. Há também três de engenharia civil (Paulo B. Lourenço, F. Pacheco Torgal, Joaquim Barros), dois de engenharia mecânica (Paulo Flores, Filipe Samuel Silva) e um de sistemas de informação (Paulo Cortez) e informática (José Neves). A UMinho tem 25 investigadores na lista e Portugal surge com cerca de 400 representantes elencados.

O ranking representa “os 2% melhores” entre sete milhões de cientistas do planeta, divididos por 22 áreas e 176 subtemas, considerando o índice de cientista, o volume de publicações e as citações dos seus trabalhos, segundo dados da base Scopus entre 1996 e 2019.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *