Investigadores da EEUM colocam NAU 21 nas 10 melhores empresas de Insurtech da Europa

Em parceria com o INESC TEC, o desenvolvimento da plataforma SIS permitiu à NAU21, empresa incubada no UPTEC, ser distinguida pela revista Insurance CIO Outlook, como uma das 10 das melhores empresas de Insurtech da Europa. Esta plataforma pretende revolucionar a forma como qualquer pessoa lida com os seguros, tornando os processos mais simples, rápidos e diretos.

A plataforma SIS (Smart Insurance System) está a ser desenvolvida pela NAU21 e pelo INESC TEC, no âmbito do projeto SIS^1, e pretende promover a interação entre seguradoras, clientes, tomadores, instituições bancárias e outras entidades envolvidas nos processos de contratação de seguros e processamento de sinistros.

O INESC TEC é representado pelo Laboratório de Software Confiável (HASLab), através dos investigadores Ana Nunes Alonso e Fábio Coelho, e o Laboratório de Inteligência Artificial e Apoio à Decisão (LIAAD), através dos investigadores Alípio Jorge e João Vinagre. Em concreto, as equipas estão responsáveis pelo desenho, conceção e desenvolvimento da camada de acesso e armazenamento seguro de dados, bem como pelo desenvolvimento de modelos de machine learning através de mecanismos com garantias de privacidade.

O projeto SIS^1 recorre à tecnologia blockchain com o intuito de capacitar a plataforma enquanto mecanismo de mediação, permitindo a desmaterialização de processos de negócio e tirando partido da capacidade de execução programática oferecida pela funcionalidade de smart contracts para automatizar ações do domínio dos seguros, como a subscrição de seguros e o processamento de sinistros, bem como para a gestão e controlo de acesso a informação potencialmente sensível.

Através da utilização de ferramentas de machine learning será possível, por exemplo, melhorar a análise de risco atuarial, permitindo assim às seguradoras obter maior conhecimento sobre os negócios, e potenciar a personalização de produtos e serviços, melhorando também a experiência dos tomadores.

Assim, a adoção da plataforma SIS^1 potenciará a disrupção no mercado segurador, transformando os tradicionais processos de negócio, trazendo mais eficiência operativa, menos fraude, mais transparência e mais simplicidade.

NOTA: Os investigadores do INESC TEC mencionados na notícia têm vínculo ao INESC TEC, UMinho e UP-FCUP.

FONTE: INESC TEC

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *